Nosso telefone +55 21 2285-6318

Musiqualidade – Blog Rubens Lisboa

Musiqualidade – Blog Rubens Lisboa

R E S E N H A

Cantora: ELBA RAMALHO

CD: “VAMBORA LÁ DANÇAR”
Gravadora: SALA DE SOM RECORDS

Desde que surgiu no mercado fonográfico nacional com o seu excepcional disco “Ave de Prata”, a paraibana Elba Ramalho se gabaritou como o nome feminino mais representativo da música nordestina. Nascida em Conceição do Piancó, no interior da Paraíba, foi morar ainda adolescente em Campina Grande e aí passou a se interessar pela música, integrando o grupo As Brasas como baterista. Convidada pelo Quinteto Violado, viajou para o Rio de Janeiro para apresentar o espetáculo “A Feira” e decidiu permanecer na Cidade Maravilhosa. Após enfrentar grandes dificuldades, viu sua grande chance acontecer ao ser selecionada, em 1979, para a peça “Ópera do Malandro”, de Chico Buarque, onde se destacou por sua interpretação de “O Meu Amor”. Dali em diante, sua voz agreste e sua presença cênica arrebatadora conquistaram o Brasil e a artista foi engatando um sucesso atrás do outro, tais como “Não Sonho Mais”, “Bate Coração”, “Banho de Cheiro”, “De Volta pro Aconchego” e “Chão de Giz”.

Após o seu último CD de estúdio (“Balaio de Amor”, de 2009) no qual mergulhou em um repertório de xotes românticos, Elba anunciou que visitaria, em projetos especiais, as obras do primo Zé Ramalho e de Chico Buarque. Estes deverão se concretizar em breve, mas enquanto isso não ocorre, ela está lançando, através da gravadora Sala de Som Records, mais um álbum que vem a ser o 31º de sua vitoriosa carreira. Trata-se de “Vambora Lá Dançar”, o qual é composto por quatorze faixas em que se alternam temas animados e canções românticas. E se as primeiras se destinam ao bate-coxa dos arrasta-pés, dentre as segundas há várias vocacionadas para virem a fazer parte de trilhas sonoras de produções televisivas (e, consequentemente, caírem bem mais facilmente no gosto do grande público).

Na verdade, Elba tinha pronto outro disco (que se intitularia “Forró Brasileiro”). Mas como cabeça de artista é algo mutante, nos últimos meses ela decidiu aproveitar somente parte desse repertório gravado sob a produção do ex companheiro e sanfoneiro Cezinha e escolheu outras seis canções, confiando-as ao produtor Zé Américo com quem trabalha há anos. Um ouvinte mais atento perceberá essa dual diferença até porque as faixas que trazem os arranjos assinados por Zé Américo soam mais modernos que os bolados por Cezinha (timbres elétricos versus acústicos). Nada, porém, que venha a comprometer sobremaneira o resultado desse trabalho que, ao final, resulta bastante interessante.

Elba continua mandando muito bem. Sua potente emissão vocal ainda se encontra em grande forma e o lado intérprete aflora a todo momento, o que a faz pairar acima da maioria das colegas insossas que permeiam a MPB atual. Sua voz é, de fato, única e contempla uma alegria sofrida que somente os que souberam sugar o verdadeiro pólen da vida possuem. É sabidamente uma artista que se agiganta no palco e ainda que nem todas as faixas do novo CD estejam à altura do seu talento, ele já se consolida como um produto a ser levado em conta dentre os lançados em 2013.

A faixa de abertura, “Embolar na Areia” (de Herbert Azul), é deliciosa em sua simplicidade e contagia de primeira. Já “Frevo Meio Envergonhado” (de Monique Kessous), cuja roupagem vem merecendo críticas nas redes sociais, é uma canção bacana, porém realmente merecia pelo menos um andamento mais rápido. Elba regravou “Mucuripe” (marco inicial das trajetórias de Fagner e Belchior) em versão abolerada, resgatou uma bela criação pouco conhecida de Chico César (a balada “Quando Fecho os Olhos”, parceria com Carlos Rennó) e, de maneira até inusitada, trouxe para sua praia a contemplativa “Onde Deus Possa me Ouvir” (de Vander Lee). Da lavra da dupla Antônio Barros e Cecéu, fornecedores de hits nordestinos, ela abriu espaço para “Deitar e Rolar” e “Tu de Lá, Eu de Cá”. No que tange aos melhores momentos, alguns deles ficam por conta do maracatu “Fibra de Cristal” (de Sérgio Sá), da regional “Amor de Bumba-meu-Boi” (de Rogério Rangel) e dos xotes românticos “Por Que Tem que Ser Assim?” (de Chico Pessoa e Cezinha) e “Minha Vida É te Amar” (de Dominguinhos e Nando Cordel).

Enfim, é a nossa Elba de sempre esbanjando talento e competência. Quem tiver bons ouvidos para escutar que o faça!
Em tempo: o exímio sanfoneiro sergipano Mestrinho, filho do nosso querido Erivaldo de Carira e atual integrante da banda de Elba, exibe o seu talento inato de instrumentista em algumas faixas. É a gente chegando lá!

360 Comentários
  1. perfect design thanks https://www.drugonsale.com viagra Now, I’m seeing some funny looks out there in the audience. Yes, it’s true that bright young people like you used to build things all the time, and some of those projects turned into entrepreneurial endeavors—remarkable things that made the world suck less.

  2. Other amount purchase medication online
    Analysts at CapitalOne Southcoast, an investment bank in New Orleans, noted that the jackup market remains very tight, so “if the rig suffers major damage, this should have a positive impact on day rates.” They also noted that Hercules has rigs in storage that could be used to replace the damaged one.

  3. I’m sorry, she’s https://www.drugonsale.com online pharmacy While Pearson and Anglo American gained 6.9percent and 1.5 percent after confirming or exceedingpredictions for full-year outlooks, the FTSE stalledaround the 6,600 level, which it has struggled to sustain abreak through in recent weeks.

  4. I can’t get a signal https://www.drugonsale.com cialis Hillingdon council leader Ray Puddifoot said: “It shouldn’t be down to the local authorities to resurrect the ANASE findings. It is astonishing that neither the last government or the present one had done this.”

  5. The line’s engaged cialis He also holds up his governing record as evidence of how he would invigorate the controller’s office. Uh, oh. Because those glory days had many an inglorious action. Among them: lying to the public, intimidating critics, bullying enemies, leveling false accusations and creating the climate for a Nixonian conspiracy.

  6. I’ve got a full-time job https://www.drugonsale.com online pharmacy “There is much to do to not only improve on the lives of pet rabbits, but to raise public perception, awareness and education into the true needs of these often misunderstood and frequently neglected pets.”

  7. The manager levitra The skit, “We Did Stop (The Government)” is an almost perfect recreation of Cyrus’ video, though this time featured a bronzed and scantily-clad “John Boehner,” and Cyrus as a tawdry Bachmann and imagery of elephants and Ronald Reagan.

  8. It’s funny goodluck purchase medication online
    Wilson said Washington, D.C. was chosen as the next city to receive help from BTAN because roughly 75 percent of all HIV cases in Washington, D.C. stem from the Black community- even though only 46 percent of the District is African American.

  9. What sort of music do you like? https://www.drugonsale.com levitra A: At the pasta class I was really struck by how similar the method of making fettuccine was to Chinese noodles. Not only that but there are so many shapes of noodles that I’ve seen across China that reminded me of Italian shapes … A lot of the similarities were specifically things I’d seen with northern Chinese food and Italian food.

  10. Very funny pictures online pharmacy “It’s like changing the name of the city of Tulsa because it has a racist past,” said Kuanza Johnson, a California transplant and teacher, who is black and lives in the Brady Heights Historic District. “Where do you stop?”

Deixe uma Resposta.